Frases da Semana: 20/11 a 26/11

Novembro 26, 2017/Blog

“O Governo tem uma obrigação de não dizer a toda a gente que pode dar tudo em todo o momento e sempre.”
Assunção Cristas, sobre um Orçamento do Estado

“Estamos disponíveis para falar com todos, mas é preciso que todos tenham a noção de que é impossível refazer a história. Portanto, vamos falar, vamos seguramente ter em conta na medida das capacidades do país aquilo que são as preocupações das pessoas, mas tem de haver a compreensão de que é possível repor o relógio a andar para a frente, só que não é possível repor o relógio a andar para trás.”
António Costa

“O Partido Socialista quis alimentar o equívoco de como o tempo de congelamento das progressões seria contado para futuro, apenas para não ter de clarificar que foi o próprio Governo socialista em 2010 que determinou no Orçamento do Estado que esse tempo não contaria para futuro, quando as progressões fossem retomadas.”
Passos Coelho

“É bom que o Governo tenha presente uma série de metas que foram definidas no seu início e que são importantes em matéria de política externa, de política de defesa, em matéria económica e financeira.”
Marcelo Rebelo de Sousa

“Isso de recorrer a figurantes ou pagar a pessoas para fazer perguntas é um péssimo caminho, é mesmo. E mistura é uma história que merece ser aprofundada de empresas de sondagens e investigadores independentes, é uma história que fica muito mal, nomeadamente com a utilização de dinheiros públicos.”
Santana Lopes

“António Costa desistiu de governar. Rendeu-se à FENPROF.”
Miguel Sousa Tavares

“É assustador que uma medida destas seja tomada sem um plano, sem nada.”
Ferreira Leite sobre a mudança do Infarmed

“As redes sociais colonizaram os jornais e agora preparam-se para colonizar os partidos políticos.”
Paulo Portas

“Quando uma criança morre não tenho nada para dizer.”
Ricardo Araújo Pereira, sobre os limites do humor

“Viver à procura da redenção vai acabar por te matar”
Abel Ferrara, realizador

“A revista Time ligou a dizer que eu provavelmente seria nomeado para ser a Personalidade do Ano, como no ano passado. Tinha que aceitar dar uma entrevista e fazer uma sessão fotográfica. Disse que que provavelmente não dá e rejeitei. Obrigado de qualquer forma.”
Donald Trump sobre um suposto convite que a Time rejeita ter feito

TeresaRolla.com