Fast Bio: Charles Darwin

Novembro 20, 2017/Blog

Nome: Charles Robert Darwin

(nasceu a 12 de fevereiro de 1809, em Shropshire, e morreu a 19 de abril de 1882, em Londres)

Nacionalidade: Inglês;

Vida:
Darwin nasceu numa proeminente família inglesa; Foi o quinto de seis filhos; De descendência unitária por parte da mãe e anglicana por parte do pai teve uma educação prodigiosa; Aos 8 anos já demonstrava um grande interesse pela história natural; Aos 16 anos passou um verão como médico aprendiz ajudando o pai a tratar dos pobres de Shropshire antes de ingressar na Faculdade de Medicina da Universidade de Edimburgo; A medicina não o seduzia pelo que desistiu do curso; O seu interesse pela história natural mantinha-se e Darwin aliou-se a um grupo de estudantes que desafiava os conceitos religiosos ortodoxos da ciência; Irritado com o descrédito que o filho nutria pela medicina o pai obrigou Charles a estudar no Colégio de Cristo de Cambridge com o intuito de que este se tornasse um pastor anglicano; Aí Darwin adotou a visão de que Deus atuava através das leis da natureza; Com uma curiosidade cada vez maior sobre estas leis Darwin começou a interessar-se pela biologia e geologia; Em 1831 recebeu um convite de um amigo para participar numa expedição a bordo do navio HMS Beagle que se preparava para mapear o litoral da América do Sul; A viagem tinha inicialmente uma previsão de dois anos mas durou quase cinco, numa volta ao mundo pelas costas dos cinco continentes; Darwin passou a maior parte do tempo a investigar a geologia, a recolher amostras e a tirar notas onde referia observações e especulações teóricas sobre a história natural; As rochas vulcânicas onde encontrava conchas marinhas, a floresta tropical brasileira, os ossos de fósseis de grandes mamíferos extintos aliados às suas observações sociais, políticas e antropológicas dos diversos países abriram novos horizontes ao jovem Darwin; Apesar das diferenças civilizacionais que foi encontrando Darwin manteve-se fiel à sua ideia de que todos os seres humanos estavam inter-relacionados e detinham uma origem compartilhada com potencial de melhoria; Além disso, começou a considerar que entre os humanos e os animais não havia um fosso que os separava; Presenciou um terramoto no Chile, observou conchas marinhas no alto dos Andes e árvores que cresciam em terrenos de areia; Os Cangurus e os aborígenes australianos foram outra fonte de inspiração para aquela que viria a ser a sua teoria da evolução; Nos anos seguintes à expedição do Beagle, Darwin trabalhou afincadamente nas suas observações aproveitando todas as oportunidades para questionar naturalistas experientes, fazendeiros, vizinhos, colonos e ex-companheiros do navio; Este trabalho durou quinze anos, e enquanto isso ia publicando artigos isolados com diversos pareceres; “A Origem das Espécies” foi publicado pela primeira vez a 24 de Novembro de 1859 e suscitou interesse internacional; O livro não discute explicitamente as origens humanas mas inclui uma série de pontos que apontam para a ascendência animal dos seres humanos; Nos vinte anos seguintes Darwin continuou a trabalhar prolificamente nos mais variados temas da história natural publicando vários livros; Tornou-se uma figura incontornável no mundo científico e levou a ciência à população em geral; Em 1882 foi diagnosticado com angina de peito, acabando por morrer de insuficiência cardíaca; Morreu em Down House a 19 de abril de 1882 e teve um honroso enterro na Abadia de Westminster; O funeral teve lugar a 26 de abril e contou com a presença de milhares de pessoas incluindo familiares, amigos, cientistas, filósofos e dignitários;

Casamento: Darwin casou com a sua prima Emma Wedgwood, numa cerimónia anglicana, a 29 de janeiro de 1939; Tiveram 10 filhos;

Curiosidades: Em 1853 ganhou a Medalha Real da Royal Society que o tornou um respeitável biólogo; Só nos anos 30 do século XX é que a teoria da evolução por seleção natural foi amplamente aceite; Teve o seu retrato impresso no reverso das notas de 10 libras;

Conhecido por: Naturalista, geólogo e biólogo inglês que ficou mundialmente conhecido por ser o autor do livro “A Origem das Espécies” onde expõe a Teoria da Evolução por Seleção Natural;

A Origem das Espécies: Lançado pela primeira vez em 1859, “A Origem das Espécies” é, ainda hoje, um marco da cultura científica; Defendendo a teoria de que as populações evoluem ao longo das gerações por um processo de seleção natural, foi considerado o fundamento da biologia evolutiva; No entanto, ao estabelecer que todas as espécies de vida descenderam, ao longo do tempo, de antepassados comuns, entrava em conflito com as crenças de que as espécies eram partes imutáveis de uma hierarquia projetada e que os seres humanos eram únicos e sem relação com os outros animais; As implicações políticas e teológicas foram intensamente debatidas, e a transmutação não foi aceite pelo mainstream científico; A igreja de Inglaterra tanto descartou as ideias de Darwin acusando-as de heresia, como considerou a sua teoria um desígnio de Deus afirmando que a seleção natural não é incompatível com a teologia natural; No entanto, Darwin personificou uma polarização entre a religião e a ciência ao apresentar numerosas evidências de que os seres humanos seriam apenas uma espécie entre os animais e ao demonstrar a sua continuidade em atributos físicos e mentais; “A Origem das Espécies foi traduzida para várias línguas e tornou-se um texto científico básico que atraiu atenção por toda a parte; É, ainda hoje, um elemento fundamental da cultura popular e o Darwinismo passou a ser um movimento que abrange uma vasta gama de ideias evolutivas;

Frase: “Se eu pudesse viver a minha vida outra vez instituía uma regra que me obrigaria a ler poesia e a ouvir música pelo menos uma vez por semana”;

Ficção: Creation (2009) realizado por Jon Amiel, com Paul Bettany e Jennifer Connelly nos papeis principais;

TeresaRolla.com