Fast Bio: Andy Warhol

Agosto 7, 2017/Blog

Nome: Andrew Warhola Jr.

(Pittsburgh, 6de agosto de 1928 – Nova Iorque, 22 de fevereiro de 1987)

Nacionalidade: Norte-americano;

Religião: os pais eram católicos bizantinos praticantes;

Escola: Graduou-se em design na Universidade de Carnegie Mellon, em Pittsburgh;

Vida: Nasceu numa família de operários eslovacos que se instalou em Pittsburgh, na Pensilvânia, EUA; Era hipocondríaco; Mudou-se para Nova Iorque mal acabou a faculdade e trabalhou como ilustrador em várias revistas como a “Vogue”, a “Harper’s Bazaar” e “The New Yorker”; Criou anúncios publicitários e construiu montras inovadoras em lojas; Ganhou vários prémios que lhe foram conferindo o estatuto de artista; em 1952, fez a sua primeira mostra individual numa galeria de arte; Warhol utilizou materiais, e construiu conceitos, completamente diferentes dos usuais que culminaram com a criação de um movimento artístico completamente novo – a “Pop Art”;

Curiosidade: Em 1968,no seu estúdio, foi ferido com 3 tiros por uma ativista fervorosa que via nele um símbolo máximo do mal estar da sociedade; Foi operado e sobreviveu, até 1987; Morreu depois de ter sido submetido a uma operação à vesícula e esta, supostamente, ter corrido bem;

Geografia: Estados Unidos da América;

Conhecido por: Ilustrador, empresário, pintor, mentor, fotógrafo, cineasta, etc.; Foi o fundador da “Pop Art” -o movimento que começa por evidenciar a produção mecânica do quotidiano e que eleva ao estatuto de arte símbolos que ilustram, de uma forma básica, a complexidade da existência humana – (o exemplo das “Campbell Soup”);

Criticado por: Foram muitas as críticas que o estilo de vida e o lado empresarial de Andy Warhol despoletaram, mas a arte sobreviveu, e ele também;

Música: “The Velvet Underground” – Warhol foi o mentor e financiador da banda, mais conhecida por integrar Lou Reed e Nico – a modelo alemã que Warhol teve que impor aos músicos e que acabou por se tornar a imagem de marca da banda;

Ficção: Warhol realizou e produziu vários filmes, foi ator em alguns e foi objeto de outros; Também escreveu vários livros e acabou por tornar-se personagem noutros;

Frase:
“No futuro todos seremos famosos durante quinze minutos.”

Teresa Rolla

TeresaRolla.com