5 minutos de História: O G20

Julho 11, 2017/Blog

O que é: O G20 é um grupo formado pelas 19 economias mais desenvolvidas e emergentes do mundo e pela União Europeia. Foi criado em 1999, como resposta à crise económica que assolou essa década, mas só em 2008, depois da grande crise financeira iniciada nos EUA, é que lhe foi conferida a importância que tem hoje. É um fórum de cooperação internacional que tem como função discutir e negociar políticas económicas globais. O G20 promove a formação de consensos em questões internacionais mas, por ser apenas um grupo deliberativo, não tem impacto legal direto.

Quem participa: As suas cimeiras contam com a presença de vários Chefes de Estado ou de Governo, ministros das finanças e presidentes dos bancos centrais, entre outros. Os países que compõem, atualmente, o G20 são: Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Índia, Brasil, Itália, Canadá, Coreia do Sul, Rússia, Austrália, México, Indonésia, Turquia, Arábia Saudita, Argentina, África do Sul e a União Europeia.

Conclusão: O G20 pretende ser mais abrangente que o G7 (onde só constam os países mais ricos) de forma a integrar também as economias emergentes. Ao todo, as delegações presentes no G20 representam 2/3 da população mundial, 80% do comércio e 85% da riqueza produzida. O clima, a energia, o mercado de trabalho e os fluxos financeiros ilegais são temas centrais para além da coordenação de crises internacionais. Muitas são as críticas apontadas ao G20, como a promoção de um capitalismo radical e a falta de compromisso efetivo por parte dos membros que o compõem.

Teresa Rolla

TeresaRolla.com