9 momentos que retratam a história da humanidade:

Novembro 28, 2016/Blog

1) Há cerca de 13,5 mil milhões de anos, a matéria, a energia, o tempo e o espaço surgiram no que ficou conhecido como Big Bang. À história destes aspectos fundamentais do nosso Universo chamamos Física;

2) Cerca de 300 000 anos depois, a matéria e a energia começaram a fundir-se em estruturas complexas chamadas átomos que, posteriormente, se combinaram em moléculas. À história dos átomos, das moléculas e das suas interações chamamos Química;

3) Há cerca de 3,8 mil milhões de anos, na Terra, certas moléculas combinaram-se para formar estruturas particularmente grandes e intrincadas, chamadas organismos. À história dos organismos chamamos Biologia;

4) Há cerca de 70 000 anos, organismos pertencentes à espécie Homo sapiens começaram a formar estruturas ainda mais elaboradas, chamadas culturas. Ao desenvolvimento subsequente destas culturas chamamos História;

5) O surgimento de novas formas de pensar e comunicar, entre há 70 000 e há 30 000 anos, constitui a Revolução Cognitiva;

6) Há cerca de 10 000 anos, quando os sapiens começaram a dedicar quase todo o seu tempo e esforço a manipular as vidas de algumas espécies de animais e plantas, deu-se a Revolução Agrícola;

7) O primeiro milénio depois de Cristo testemunhou o surgimento de três ordens potencialmente universais. A primeira ordem universal a surgir foi de cariz económico: a ordem monetária; A segunda foi de cariz político: a ordem imperial; A terceira ordem universal foi de cariz religioso: o Budismo, o Cristianismo e o Islão.

8) Até há cerca 500 anos os seres humanos duvidavam da sua capacidade para obter novas capacidades médicas, militares e económicas. No entanto, o momento mais espantoso e definidor dos últimos 500 anos ocorreu na madrugada do dia 16 de Julho de 1945, às 5:29:45. Nesse preciso segundo, cientistas norte-americanos detonaram a primeira bomba atómica em Alamogordo, no Novo México. Ao que aconteceu nos últimos 500 anos damos o nome de Revolução Científica;

9) Durante os últimos 200 anos, os métodos de produção industrial transformaram-se no pilar da agricultura. Máquinas como os tratores começaram a executar tarefas que eram realizadas anteriormente pela força dos músculos. Os campos e os animais tornaram-se muito mais produtivos graças aos fertilizantes artificiais, aos inseticidas industriais e a todo um arsenal de hormonas e medicamentos. Frigoríficos, navios e aeronaves tornaram possível o armazenamento da produção durante meses e o transporte rápido e barato para o outro lado do mundo. A Revolução Industrial foi, acima de tudo, uma segunda Revolução Agrícola;

10) A próxima revolução envolve cyborgs, mas gostamos de acreditar que ainda é cedo para falarmos dela;

Boa semana, Rock and Rolla

TeresaRolla.com