25 coisas que aprendi num mês (de carro) pelo sul da Europa…

Agosto 29, 2016/Blog

1. A Europa é bem mais pequena do que parece;

2. Viajar é das melhores terapias que podemos proporcionar à alma;

3. Apesar da globalização, os países são todos muito diferentes entre si e sentimos, inequivocamente, mais afinidade com uns do que com outros;

4. Viajar tem SEMPRE contratempos, e só nos resta superá-los rapidamente;

5. Há realmente uma razão para os espanhóis fazerem a “siesta” – é incomportável viver naquele país nas horas de maior calor;

6. Portugal e Espanha têm grandes afinidades, contra tudo e contra todos (e eu não me importava que fossemos mais espanhóis em certas coisas);

7. Entre Espanha e França há um comércio de fronteira que não deve andar longe do mercado negro;

8. França está a lidar com um problema de imigração que os países vizinhos não conhecem;

9. Itália é o mais próximo que já vi de um museu ao ar livre;

10. Ao fim de pouco tempo 300km começam a parecer 100 metros;

11. Há paisagens naturais que roçam o inacreditável;

12. O Sul de França tem as melhores praias que já experimentei, a melhor temperatura da água e o mar mais transparente;

13. Cada praça de Itália é um elogio à beleza que os humanos conseguem produzir;

14. Temos muito poucos monumentos dignos desse nome em Portugal;

15. Somos inacreditavelmente sortudos por viveremos neste cantinho esquecido;

16. Não há pastelarias como as francesas;

17. Há 20 000 formatos, texturas e apresentações de pizzas em Itália e nenhuma sabe ao mesmo;

18. Consegue-se medir o PIB de um país através do preço de um maço de tabaco (na Suíça custa 9,5€);

19. Há cada vez mais cães cheios de sorte que vão de férias com os donos;

20. É possível ter saudades de Portugal nas mais pequenas coisas como um café;

21. A maior parte dos franceses não fala inglês;

22. Viajar um mês engorda, mesmo que se faça 10km a pé por dia;

23. Há muito mais seres humanos no mundo do que temos consciência;

24. As grandes marcas do capitalismo estão presentes na rua principal de todas as cidades;

25. Umas mais que outras, todas as cidades têm pessoas a viver nas ruas;

Teresa Rolla

TeresaRolla.com